segunda-feira, 14 de maio de 2012

Modalidade Híbrida


Olha eu aqui NOVAMENTE 
Agora para falar de algo muito legal e diferente da última postagem que fiz!

HÍBRIDO...

Quando descobri o scrapbooking digital há algum tempo atrás, eu não me interessei. Tudo parecia muito falso, muito virtual. Minha preferência durante anos era (e ainda é) grande por papel, tesoura, cola e demais ferramentas (meu xodó)! 

Com o tempo comecei a prestar atenção, e vi criações em computadores bem realistas, foi quando resolvi partir para uma tentativa no scrap digital, descobri que o papel eletrônico e os elementos digitais  me permitiam criar mais e ser mais ousada ​​com as técnicas, (sem contar que ainda há um ponto favorável   você pode usar o kit quantas vezes quiser, não há perda de material caso não goste do que fez  ou caso erre basta  recomeçar). 

Eu adorei toda essa possibilidade, contudo, eu não estava disposta a desistir de todos os meus suprimentos de papel, minhas ferramentas de corte, a tesoura e tudo mais. Então eu pensei: por que não enveredar para o híbrido e brincar com os dois ou mesmo as três modalidades? 

Porque três? Temos hoje o scrap dividido em três modalidades... O scrap artesanal, o scrap digital e o scrap híbrido. 

E estou aqui para falar desta terceira opção.
O que é Scrapbooking Híbrido?

Este nada mais é que combinação ou mesclagem das ferramentas e técnicas do scrap artesanal e do digital. Você utiliza elementos artesanais como o papel, uns elementos digitais impresso e montar o seu projeto. Ou, ainda, pode criar ele digitalmente e imprimir depois. Com esse método podemos criar convites, lembranças, cartões e uma infinidade de coisas... Basta ter imaginação.   

Das três modalidades citadas, o scrapbooking híbrido é o que permite a liberdade mais criativa, porque não é limitado a apenas uma fonte de materiais.

 Vamos Explorar um pouquinho?!!!
Tenho aqui um exemplo de Kit Digital da Cris Oliveira ARMAZEM CRIATIVO
 

Um kit digital  é  um arquivo contendo  papéis em JPG e elementos em PNG (arquivos com fundo transparente) Tanto os papéis como os elementos, vêm em alta resolução 300 Dpi. Você pode manipulá-lo por um programa de edição (photoshop, PSP, Picasa etc.) ou não (Word, Paint etc.) vai da sua escolha.

Preparei um rápido Passo-a-Passo de como faço para trabalhar com Word.
 


Olha só o que eu fiz.
Usei os papéis digitais em conjunto com botões, costura e fio encerado



Você pode estar pensando: "Mas se eu imprimir o papel digital vou gastar muita tinta?" Bem, pode, dependendo de quanto você imprime. Eu gosto de imprimir  o papel já no tamanho que vou precisar para meus projetos. A vantagem é que você pode imprimir apenas o que você precisa e reimprimir se você errar. Você também pode alterar as cores em papéis digitais no software de edição de fotos. 

"O Scrapbooking Híbrido" não é tão difícil ou assustador quanto parece. Na verdade, depois eu pensei sobre isso, percebi que tinha sido híbrida todo o tempo pois estava imprimindo meus próprios títulos e journaling, durante estes anos! Talvez vocês os  tenham também. 

Se não tiverem, aqui estão algumas técnicas de scrapbooking hibrido para tentar em seus cartões. Quem sabe, eles podem abrir horizontes novos para você em seus trabalhos.

http://www.artesdavika.com/ 
http://cantinhodescrap.blogspot.com.br/2011/11/scrapbook-hibrido.html


Par acomprar  os Kits no Brasil
http://www.armazemcriativo.net/
Espero ter contribuido mais uma vez

Desafio #69 : Um Bingo com estilo da Sueli ainda esta valendo.
Não deixem de participar!!!

Bjim
Taty Vanessa 

7 comentários:

♥ Cantinho de Rose Arts ♥ disse...

Eu não conhecia ,ficava morrendo de curiosidade como fazia para abrir arquivos dos kits,depois que aprendi tenho um monte de kits dogitais (fribiees)e sempre recorro a eles,são ótimos,bjuss!

Cores de Anas disse...

Taty,
Quanta informação e dicas importantes.Conheço pouco sobre o universo do scrap, mas minhas andanças pela net tem me permitido fazer grandes descobertas.Agradeço por partilhar seu aprendizado.
Bjinhos
Maria Teresa

Gildett de Marillac disse...

Taty, valeu a explicação, tenho um monte de kits m, mas ainda não fiz nada, vc me incentivou...Excelente post. Bjs

Artesanatos da Ju disse...

Olá, Taty!!!

Parece ser tão complicado, mas com tantas explicações e detalhadamente deu direitinho para entender e aprender.
Obrigada por compartilhar essas informações conosco.

Parabéns!!!

Bjus
Ju

Carina Sousa disse...

Oi Taty!
Eu adoro scrapbooking híbrido!
A possibilidade de criação é infinita, pois como vc falou, podemos modificar as cores, texturas, tamanho e mais várias outras características do papel/imagem que iremos usar.

Meu último projeto foi feito com scrap híbrido. Inclusive modifiquei o tom da cor do papel, para passar de um rosa para um lilás.

Depois da uma olhada lá no meu blog!

http://scrapmemoriess.blogspot.com.br/

Bjosss
Carina

Cris Oliveira disse...

Taty, ficou excelente seu post, querida!!! Obrigada pelo carinho com meus produtos!

Um enorme beijo
Cris

Papeluxo Scrapbooking disse...

Lindo, tb passei pela experiência com híbrido e gostei muito.É muito bom aprender cada vez mais. Beijos, Nidia