segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Em pauta: As Cores

Antes de qualquer coisa, preciso esclarecer que:  
Não sou nenhuma expert no assunto, e sim  uma curiosa que adora descobrir coisas novas e colocá-las em pratica. Então, partindo desse princípio, posso dizer que o assunto abordado por mim nesta postagem nada mais é que um  estudo com base em muita pesquisa para ser aplicada em meus trabalhos, e estou aqui para passar um pouquinho do que aprendi para vocês.
Prontos para o que está por vir? 
É um assunto extenso e por isso vou tentar focalizar em nossa área de trabalho (para muitas é quase tudo...rsrs) mas você pode aplicar na área que quiser.
Vamos lá.
Na sua essência, a teoria da cor, nada mais é que a compreensão pessoal de um artista e como ele aplicar esse entendimento em seus trabalhos, criando combinações esteticamente agradáveis.
O conhecimento dessa teoria é essencial para os artistas, pois o uso correto traz vivacidade e estilo para seus trabalhos, e quando possuímos um conhecimento teórico desenvolvemos um estilo distinto e reconhecível aos olhos dos outros.
Para melhor dominar o seu uso enquanto pigmento, temos que identifica suas características, efeitos, harmonia e temperatura. Sei que muitos já sabem esse assunto, mas não tem como falar de cores sem abordar os tópicos seguintes:

ESTUDO DAS CORES

Círculo cromático: As cores que estudaremos a seguir são baseadas nas demonstradas no círculo cromático disponível ao lado.
Veja o código das cores de acordo com os números:
1ª = primárias
2ª = secundárias
3ª = terciárias

PRINCIPAIS CORES

Cores Primárias:

O amarelo, o azul e o vermelho são cores primárias. Ou seja, elas são puras, sem mistura. É a partir delas que são feitas as outras cores.

 Amarelo
Azul
Vermelho







Cores secundárias:

O verde, o laranja e o roxo são cores secundárias. Cada uma delas é formada pela mistura de duas primárias.

(Amarelo + Azul)  Verde
(Amarelo + Vermelho)  Laranja
(Azul + Vermelho)  Roxo

Cores terciárias:

As cores terciárias são resultantes da mistura de cores primárias com secundárias como exemplificado nas misturas abaixo.

(Vermelho+Roxo)Vermelho  arroxeado

(Vermelho+Laranja)Vermelho alaranjado

  (Azul + roxo)  Azul arroxeado

(Amarelo + Laranja) Amarelo alaranjado
    (Amarelo + Verde) Amarelo esverdeado
(Azul + verde) Azul esverdeado

Cores neutras:

O preto o branco e o cinza, em todas as suas tonalidades, claras ou escuras formam as cores neutras. As demais cores, quando perdem o seu colorido pela excessiva mistura com o preto, o branco ou o cinza, também se tornam cores neutras. As mais comuns são o marrom e o bege.

EFEITOS CROMÁTICOS

Manipulando as cores é possível obter diversos efeitos cromáticos. Entre eles destacam-se os seguintes:

Monocromia:

Corresponde à variação tonal de apenas uma cor com nuanças para o claro quando misturada ao branco ou para o escuro com a obtenção do acréscimo do preto.

 Violeta

Matiz: 


Matiz é a característica que define e distingue uma cor. Vermelho, verde ou azul, por exemplo, são matizes. Para se mudar o matiz de uma cor, acrescenta-se a ela outro matiz.


Tonalidade:

É a variação tonal de uma cor, que pode ser conseguida num processo de escala ou dégradé.
Refere-se ao maior ou menor quantidade de luz presente na cor. Quando se adiciona preto a determinado matiz, este se torna gradualmente mais escuro, e essas graduações são chamadas escalas tonais. Para se obter escalas tonais mais claras acrescenta-se branco

Policromia:

Ocorre numa composição com a combinação de mais de três cores organizadas separadamente.


 rosa/verde/laranja/azul

HARMONIA CROMÁTICA

Cores análogas:

São as cores que não apresentam contraste entre si. Elas são constituídas de uma base cromática em comum e vizinhas no disco cromático. São análogas porque há nelas uma mesma cor básica.
Por exemplo o amarelo-ouro e o laranja – avermelhado tem em comum a cor laranja.
Elas são usadas para dar a sensação de uniformidade. A composição em cores análogas é considerada elegante, e podem ser equilibradas com uma cor complementar.

laranja/vermelho/amarelo

Cores complementares:

São cores contrastantes entre si. Nelas não há pigmentos em comum. No disco cromático estão localizadas em posição oposta.
o vermelho é complementar do verde. O azul é complementar do laranja. As cores complementares são usadas para dar força e equilíbrio a um trabalho criando contrastes.
Raramente se usa cores apenas cores complementares em um trabalho, o efeito pode ser desastroso.
Ressaltamos que as cores complementares são as que mais contrastes entre si oferecem, sendo assim, se queremos destacar um amarelo, devemos colocar junto dele um violeta.

 verde/vermelho

Cores Tríade:

É um esquema que usa três cores secundárias eqüidistantes. Por exemplo: verde, violeta, laranja ou então violeta azulado, laranja avermelhado, verde amarelado. A tríade é considerada como um dos esquemas mais harmoniosos na roda de cores. Forma um triângulo isósceles na Roda de Cores. 



TEMPERATURA DAS CORES

Cores quentes: São as cores que transmitem calor, alegria e luz, a exemplo do amarelo, laranja e vermelho.

Cores frias: Caracteriza-se pelas cores menos vibrantes, melancólicas, calmas comum do verde, roxo e azul.

 http://www.sobrearte.com.br/cor/cores/index. php
As cores fazem parte do nosso dia a dia com muita simbologia e significados. Na natureza estão distribuídas harmoniosamente, e estão sempre nos inspirando, e transmitindo sensações.
Muitas de vocês já dominam esse conhecimento, por isso para não ficar muito cansativo sugiro que visitem o link abaixo.

Ferramentas e Comunidades Online


Existem diversas ferramentas online que facilitam na hora de criar um esquema de cores para o seu trabalho. As interessantes:

Color Schemer Online – Você escolhe a cor base e ele lista as cores sugestões de cores que combinam com seus respectivos valores RGB e hexadecimal. Oferece uma versão para desktop.

Color On The Web – Você pode criar a cor base através de controles deslizantes ou colocando o valor hexadecimal e clicando em “set”. Sugere esquemas conforme a relação entre as cores, como análogas e complementares. Também traz variantes da mesma cor com saturações e matizes diferentes.

A Colour Lovers é uma das mais ativas comunidades dedicadas ao compartilhamento de informações sobre cor. Oferece a possibilidade de criar paletas online e compartilhar com os outros usuários. Tornando-se grande fonte de inspiração e descobertas.


Conclusão


O estudo das cores é um assunto instigante que exige muito estudo e prática. Você pode exercitar a criação de paletas pegando imagens simples e selecionando as cores componentes. Você verá como a natureza por si só já oferece grandes combinações de cores.

Espero ter contribuido!

Bjim
Taty Vanessa

7 comentários:

karla dote - butterfly disse...

Adorei o mega post!!! Sou ainda muito crua nesse negócio de combinar as cores pros meus projetos, então quando aparecem post assim, eu sempre salvo pra estudar com calma!!! Bjk

Pati Dias disse...

Òtimo texto, Taty.
Obrigada por dividir com a gente.

bjs,

ANNA TORCHIA disse...

Ótimas dicas...quero ler com calma...apesar de já conhecer o assunto, as vezes me enrolo...kkkkk....bjssss

Sue NasciOli disse...

Que post bacana!!!Não entendo quase nada disso, vou aproveitar para aprender um pouco.Obrigada!!!Bjos

Babi Kind disse...

Taty, sua matéria ficou excelente!!! Super completa, mas ao mesmo tempo de fácil compreensão. Adorei.

Meggie Cardoso disse...

Adorei as dicas, li e reli, mas tenho muito que aprender neh!!! Vocês são demais meninas obrigada!!!!

Marianela Guevara disse...

Un Post muy interesante!!!! Muchas gracias por esta información, muy valiosa!!!!